Sobre o Projeto

Arduíno para Meninas é um programa de extensão, financiado pelo CNPq em parceria com os Ministérios da Educação e da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, que tem o objetivo de estimular meninas e mulheres a ingressarem nas áreas das Ciências Exatas, Engenharias e Computação. Com esse fim, usaremos placas de Arduíno para a criação de pequenos projetos envolvendo robótica e automação, de forma a melhorar capacidades cognitivas, como o raciocínio lógico, de meninas do Ensino Médio e Fundamental e de universitárias. O programa envolve cursos de capacitação em Arduíno e eletrônica para professores da Educação Básica e universitárias, oficinas de Arduíno para alunas do Ensino Básico e a criação de projetos simples com base no Arduíno.


Ao receber a visita do Prof. Dr. Marco Polo Moreno e Prof. Dr. Walter Trennepohl Junior do Departamento de Física da Universidade Federal de Rondônia - UNIR, sobre a possibilidade de trazer para a escola Gonçalves Dias, através de parceria, o projeto Arduíno para Meninas, sobre a coordenação do Prof. Dr. Marco Polo Moreno e vice-coordenação do Prof. Dr. Walter Tennepohl Junior, Mostrou-me a possibilidade realizar um antigo sonho, ter no mesmo ambiente, aulas teóricas e práticas. Podendo observar os resultados e suas aplicabilidades de modo significativo, onde conceitos e conhecimentos possam está juntos, antes, precisávamos de complexos laboratórios e equipamentos para demonstrar alguns temas do conteúdo trabalhado pelo professor em sala de aula, com o uso das placas Arduíno, cria-se possibilidades de aulas significativas, despertando em nossos alunos, o gosto pela ciência e a pesquisa, criando assim, caminhos para uma escola inclusiva, significativa e de qualidade.